Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Festa garantida

Expoaer teve exposições militares e atrações no Dia da Criança

Mau tempo impediu as manobras da Esquadrilha da Fumaça
12/10/2017 17:54 12/10/2017 17:54

31ª Expoaer ocorreu na Ala 3, antiga Base Aérea de CanoasNem a chuva impediu a festa na 31ª Expoaer. O evento tradicional em comemoração ao Dia das Crianças na antiga Base Aérea de Canoas, hoje conhecida como Ala 3, não teve a estimativa de público divulgada pela organização do evento. Nos hangares cobertos as atrações traziam como brinquedos infláveis, shows, apresentações sobre defesa militar, grupo de artilharia antiaérea e do esquadrão de paraquedismo e praça de alimentação com food trucks. Mas eram os aviões as grandes estrelas da festa para a criançada, mesmo sem poder vistá-los, não faltaram flashes perto das aeronaves.

A tão aguardada apresentação da Esquadrilha da Fumaça teve que ser cancelada pela falta de condições para o voo. As manobras eram aguardadas para as 16 horas, e até instantes antes era aguardada a mudança do clima, que não ocorreu. O evento da Força Aérea começou às 10 horas e encerrou às 16 horas. A entrada foi gratuita, mas contou com a doação de alimentos não perecíveis, que foram revertidos para instituições assistenciais.

Encanto
A chuva não foi problema para a pequena Helena Flores, de 3 anos, nem para os pais. Ela queria ver de perto os aviões militares, segundo o pai, o sargento Tiago Flores, de 30 anos. Ele e a esposa, a relações públicas Daiane Martins, de 31 anos, conferem pela segunda vez a feira. “Somos de Sapucaia do Sul, mas não podíamos deixar de trazer ela.”

Expectativa
A expectativa era assistir as manobras da Esquadrilha da Fumaça, mas foi frustrada, tanta para a filha Helena Ribeiro, de 4 anos, quanto para os pais. “Queríamos muito assistir, mas infelizmente não acontecerá”, lamentava a gerente de loja, Talita Boufleuher, de 37 anos. Apesar disso, o esposo, motorista Marcos Ribeiro, de 41 anos, garante o passeio foi aproveitado. “É tudo muito bonito, valeu a pena.”

  • Nos hangares cobertos as atrações traziam como brinquedos infláveis, shows, apresentações sobre defesa militar, grupo de artilharia antiaérea e do esquadrão de paraquedismo e praça de alimentação com food trucks.
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Público pôde conversar com pilotos
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Mau tempo impediu a apresentação da Esquadrilha da Fumaça
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Colocar o capacete usado pela Esquadrilha da Fumaça fez a alegria de Victor Manoel Chicon, 3 anos.
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Talita Boufleuher e Marcos Ribeiro levaram a filha Helena para conferir a Expoaer
    Foto: PAULO PIRES/GES


Alegria
Colocar o capacete usado pela Esquadrilha da Fumaça fez a alegria de Victor Manoel Chicon, de 3 anos. A empolgação era grande, conforme a mãe, a técnica em enfermagem, Eliane Chicon, de 34 anos. “Viemos de Porto Alegre, enfrentamos alagamento, mas não podai deixar de trazê-lo”, conta a mãe do menino que era só alegria.

Brincadeira
Pelo menos três hangares reuniram atrações da Expoaer, com exposições militares e recreação infantil. Comerciantes também aproveitaram a oportunidade para vender brinquedos. Entre os que mais despertavam atenção das crianças estavam os aviões de isopor e as bolhas de sabão, que garantiram a brincadeira.



Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS