Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Bênção da mãe

Devoção e fé em Nossa Senhora Aparecida

Chuva cancela procissões, mas fiéis prestam homenagens
12/10/2017 13:59 12/10/2017 14:01

No Guajuviras, fiéis lotaram a Paróquia Nossa Senhora Aparecida para reverenciar a mãeA chuvarada deixou todo mundo com o coração na mão no feriado. A reza foi grande para afastar o risco de granizo, vendaval e alagamentos. Para os devotos de Nossa Senhora Aparecida, a água foi uma bênção da padroeira do Brasil. A fé que move montanhas seguiu firme, mas sob o teto das igrejas, sem as tradicionais romarias e procissões.

No Guajuviras, fiéis lotaram a Paróquia Nossa Senhora Aparecida para reverenciar a mãe e ouvir as palavras do padre Cláudio Dángelo Castro. Além dos momentos de reflexão, teve espaço para as brincadeiras do Dia das Crianças e almoço. Momento de agradecer, de pedir e de se emocionar em torno da imagem da santa.

Já no bairro Mato Grande, vinculada à Paróquia Sagrado Coração de Jesus, a comunidade Nossa Senhora Aparecida cancelou a romaria. Houve um momento de oração na Gruta Nossa Senhora Aparecida. Além da condução do frei Wilson Dallagnol, as presenças do Frei Bruno Glaab e do diácono Arthur Gama. A homília do Papa Francisco exaltou a mãe que caminha com as comunidades. “A pureza da resposta das crianças” foi homenageada pelos adultos presentes.

Luta pela saúde
A luta para recuperar a saúde é a maior motivação da comerciária Rosane Rodrigues, 55 anos. A esperança é de que a santa ajude-a a superar o câncer de mama. “Há três anos eu levo essa imagem comigo”, ressalta. “Este ano fiz toda a novena e tenho fé de melhorar.” A mãe dela, Antônia Rodrigues, 75, foi quem ensinou a filha sobre o amor à padroeira. As duas juntas vieram pedir a Aparecida que interceda por elas.

Crença da família
Na paróquia do Guajuviras, Willyans Aparecido, 22 , rezava com a família e adquiria produtos religiosos. Não por acaso se chama Aparecido, pois a crença da mãe passou para ele. “Nossa Senhora é nossa mãe”, destaca. “Meu nome é símbolo da minha fé.” A esposa Elaine Silva, 26 e o pequeno Wesley Bernardo, 3, estavam lado a lado para exaltar a padroeira.

  • Devotos reunidos na Gruta Nossa Senhora Aparecida
    Foto: Divulgação
  • No Guajuviras, fiéis lotaram a Paróquia Nossa Senhora Aparecida
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • No Guajuviras, fiéis lotaram a Paróquia Nossa Senhora Aparecida para reverenciar a mãe
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Produtos religiosos
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • A luta para recuperar a saúde é a maior motivação da comerciária Rosane Rodrigues, 55 anos. A esperança é de que a santa ajude-a a superar o câncer de mama.
    Foto: PAULO PIRES/GES
  • Willyans Aparecido, 22 anos , rezava com a família no bairro Guajuviras. A crença da mãe passou para ele. A esposa Elaine Silva, 26 e o pequeno Wesley Bernardo, 3, estavam lado a lado para exaltar a padroeira.
    Foto: PAULO PIRES/GES


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS