Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Furacão Irma

Família de Novo Hamburgo consegue deixar ilha do Caribe após quatro dias de pânico

Médica, marido e filha estão agora na ilha de Martinica

Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
Família de Novo Hamburgo tenta deixar ilha devastada por furacão

família de Novo Hamburgo, que tentava desesperadamente deixar a ilha franco-holandesa de Saint Martin, devastada pelo furacão Irma na quarta-feira, conseguiu sair do local na noite deste domingo (10) no horário de Brasília. A ginecologista Mariana Fischer Costa, 33, grávida de quatro meses, fez contato com a prima Natália Fischer e confirmou que ela, o marido Rafael Forno, 42 anos, e a filha Giovana, 3, estão agora na ilha de Martinica, também no Caribe. Natália não soube afirmar ainda como a família da prima retornará ao Brasil.

Até conseguirem deixar Saint Martin, a família ficou refugiada no hotel que escolheram para as férias. Em relato à família, eles disseram que o local ficou destruído, com comida escassa e sem energia elétrica, em meio ao caos social de saques e violência nas ruas. A família viajou no dia 1º deste mês e retornaria no próximo dia 15.

Governo brasileiro anuncia resgate na terça

Martin Bureau/AFP
Saint Martin foi uma das ilhas do Caribe que sofreu maior devastação

Na noite deste domingo, o governo anunciou que um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) fará na tarde de terça-feira o resgate de brasileiros no Caribe. Segundo nota do Itamaraty, três ilhas apresentaram situação de crise com colapso total ou parcial da infraestrutura de transportes, comunicações e abastecimento: São Martinho, Tortola (uma das Ilhas Virgens Britânicas) e Turcas e Caicos (também sob a soberania britânica). Foram registrados, até o momento, pouco mais de 60 brasileiros nessas três ilhas, cerca de 30 em Sint Maarten (lado holandês de São Martinho), 2 em Saint Martin (lado francês), 22 em Tortola e 11 em Turcas e Caicos.

O Itamaraty informa que montou um núcleo de atendimento emergencial em Brasília e uma rede de comunicação em tempo real com os postos consulares nestes países para reunir as informações sobre brasileiros afetados pela catástrofe. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS