Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Mundo

Reserva biológica na Bolívia é atingida por incêndio; pelo menos duas pessoas morreram

Um jovem policial e um lavrador teriam sido as vítimas fatais; a queimada de pradarias é uma prática tradicional na Bolívia

O forte e incontrolável incêndio que atinge o sul da Bolívia já deixou dois mortos e destruiu centenas de hectares de uma reserva biológica, ameaçando suspender o fornecimento de água para parte da população de Tarija, de 250 mil habitantes. O anúncio foi feito por autoridades do País na última sexta-feira (11).

O chefe da polícia do departamento de Tarija, Alfonzo Mendoza, declarou à rádio católica Fides que uma jovem policial "morreu quando um carro da patrulha foi cercado pelas chamas e caiu de um barranco de mais de 40 metros". Já o jornal El Deber informou a morte de um lavrador que foi atingigo pelas chamas em sua propriedade.

Possíveis causas

O incêndio, aparentemente causado por uma queimada para plantio, se tornou incontrolável na reserva biológica Sama, que ocupa mais de 100 mil  hectares no departamento de Tarija e tem fauna e flora ricas. O secretário de Meio Ambiente do município de Tarija, Álvaro Orozco, informou que foram mobilizados 200 homens do Exército, enquanto o governo do departamento decretou "situação de desastre", a fim de poder usar todos os recursos econômicos e humanos para combater o incêndio.

A empresa de fornecimento de água alertou a população para que tome medidas "diante do descontrole do incêndio", pois o fogo está alcançando fontes de água que abastecem a capital. Apontou que "40% da população" poderão sofrer com o racionamento do recurso.

Um último relatório da autoridade estatal de florestas registrou incêndios em quatro dos nove departamentos do país: Tarija, Cochabamba, Beni e Santa Cruz. A queimada de pradarias é uma prática tradicional na Bolívia para preparar as terras para o plantio. A Polícia investiga outras possíveis causas do incêndio.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS