Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Mundo

Militares impedem entrada de deputados opositores ao Parlamento venezuelano

Primeira sessão da Assembleia Constituinte do presidente Nicolás Maduro ocorre em Caracas nesta terça-feira

Federico Parra/AFP
Ativistas pró-governamentais venezuelanos reunidos em apoio à Assembleia Constituinte em Caracas, em 7 de agosto de 2017
Militares venezuelanos impediram a entrada de dez deputados opositores ao Palácio Legislativo, onde esta terça-feira (8) será realizada a primeira sessão da Assembleia Constituinte do presidente Nicolás Maduro, denunciaram os políticos.

"Não nos deixam entrar no Palácio Federal Legislativo. Este governo invade os espaços que já não é capaz de ganhar legitimamente", assinalou no Twitter Stalin González, chefe da maioria opositora.

O prédio, localizado no centro de Caracas, amanheceu com forte presença da Guarda Nacional. Alguns jornalistas denunciaram que também tiveram seu acesso impedido.

Mais cedo, o Congresso, que só terá sessão na quarta-feira, denunciou que a presidente da Constituinte, Delcy Rodríguez, e outros integrantes desse órgão questionado assumiram o controle na noite de segunda, com apoio de militares, do salão de sessões do Legislativo depois de forçar as portas.

Segundo o comunicado, Delcy Rodríguez, e outros integrantes do grupo "forçaram" a entrada com o aval do coronel Bladimir Lugo, chefe militar encarregado de proteger o local.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS