Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Mercado de trabalho

Emprego encolhe neste início de ano em Canoas

Comércio e Serviços puxam a queda e construção cria novos postos de trabalho

O ano começou com abertura de 120 vagas de emprego em janeiro, mas recuou com menos 341 em fevereiro. O saldo dos três primeiros meses resultou em 238 postos negativos, no ano em que a recuperação da economia é aguardada. Comércio, serviços e indústria foram, respectivamente, os setores responsáveis pela maior parcela de fechamentos de oportunidades de trabalho. Porém a construção civil apresentou resultado positivo e abriu 179 novas vagas. 

Conforme o coordenador do Observatório Unilasalle, o professor de economia Moisés Waismann, apenas Canoas teve queda no emprego na região metropolitana. “No Rio Grande do Sul e no Brasil está crescendo. Tem questões sutis relacionadas principalmente a indústria e comércio que oscilam muito em Canoas”, analisa Waismann, mas com quantidade de empreendimentos lançados na cidade projeta crescimento de vagas puxadas pela construção civil. “Os números deste ano devem ser um pouco melhores, mas não o suficiente para incorporar todos que estão fora do mercado de trabalho”, aposta o economista.

Tamires Souza/GES-Especial
Cristiane Teixeira, 27 anos, conta com o apoio do marido, Tiago, não busca por emprego
Enquanto isso, a desempregada Cristiane Teixeira, 27 anos, espera por uma vaga de emprego, mesmo que não seja na área de formação. “Sou formada em magistério, mas também procuro oportunidades como estoquista ou auxiliar de desenvolvimento infantil, mas são poucas as vagas e grande a concorrência”, lamenta Cristiane que recebe apoio do marido Tiago Vasconcelos, de 27 anos, na busca por um trabalho.

Queda menor

Os últimos 12 meses foram de fechamento de 825 vagas. O saldo negativo foi influenciado principalmente pela indústria e construção civil, que mais cortaram postos. Já o setor de Serviços teve o melhor desempenho neste período, com a criação de 14.950 vagas. Em seguida, vem o Comércio, com 10.071 oportunidades abertas no município. Ao longo de 2016 a cidade contabilizou 1.005 vagas negativas, mas com uma queda menor do que as registradas nos últimos dois anos, de -3400 em 2014 e -4.485 em 2015.

Projeto emprego

Para buscar empregos na crise é preciso tratar esta procura como um projeto, como aconselha a analista de recursos humanos, Bianca Rodrigues. “Tem que ter uma estratégia, ser organizado e acionar a rede de contatos”, recomenda a analista. Oportunidades de trabalho temporário também devem ser consideradas, de acordo com Bianca. “Em algumas carreiras trabalhos temporários são muito comuns, além disso, de temporário pode de render oportunidades futuras”, conclui.

Investir em qualificação também é sempre uma boa ideia, conforme a analista de recursos humanos. “Pode aumentar as chances de uma boa colocação”, resume. Para quem busca uma vaga de emprego pode conferir no Banco de Oportunidades do Município, através do sistemas.canoas.rs.gov.br/bancodeoportunidades.

Saldo de emprego Canoas

Janeiro a fevereiro de 2017

Extrativa mineral -1

Indústria da transformação -100

Serviços industriais de utilidade pública 5

Construção civil 179

Comércio - 196

Serviços -132

Administração pública - 0

Agropecuária 7

Total -238

Janeiro a dezembro de 2016

Extrativa mineral 4

Indústria da transformação -1239

Serviços industriais de utilidade pública 78

Construção civil - 344

Comércio 100

Serviços 362

Administração pública 8

Agropecuária 26

Total - 1005

Evolução do emprego Canoas

2002 1.942

2003 3.131

2004 9.331

2005 566

2006 -578

2007 3121

2008 2.944

2009 1.846

2010 8.550

2011 2.813

2012 3.963

2013 2.054

2014 -3.400

2015 -4.485

*2002 a 2015

Saldo de emprego Nova Santa Rita

Janeiro a fevereiro de 2017

Extrativa mineral 0

Indústria da transformação - 25

Serviços industriais de utilidade pública -4

Construção civil 132

Comércio -48

Serviços 118

Administração pública 0

Agropecuária -1

Total - 172

Janeiro a dezembro de 2016

Extrativa mineral 0

Indústria da transformação -8

Serviços industriais de utilidade pública 7

Construção civil 62

Comércio 13

Serviços 187

Administração pública 0

Agropecuária 8

Total - 269

Evolução do emprego Nova Santa Rita

2002 5

2003 -23

2004 225

2005 55

2006 118

2007 287

2008 424

2009 256

2010 469

2011 422

2012 110

2013 180

2014 366

2015 58

*2002 a 2015

Fonte: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS