Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
As mais lidas

Consciência pesa e ladrão devolve carro com carta de desculpas

Hyundai HB20 de Pâmela Ortolan foi deixado em outro bairro um dia depois do roubo
Pâmela Ortolan com a carta deixada pelo ladrão de seu carroCem anos é o período de perdão “previsto”, como reza o ditado, para ladrão que rouba ladrão. Em Canoas, outro tipo de perdão terá que ser criado: para ladrão que devolve o que roubou. Esta é a surpreendente história do assaltante (de identidade desconhecida) que roubou o Hyundai HB20 da comerciante Pâmela Ortolan, 30 anos, na quarta-feira passada. Por volta de 18h10, ela estacionava o carro, em que levava o filho, de 10 anos perto da casa de uma amiga, na Rua Santa Clara, bairro Rio Branco. Sem que percebesse, um rapaz aproximou-se e exigiu o HB20.
“Ele mostrou a arma na cintura, e fez um barulho com ela, como se estivesse engatilhada. Era um revólver cromado. Percebi que não estava nervoso, e isso nos deixou calmos. Ele disse para mandar meu filho, que estava no banco ao lado do motorista, descer. Ainda puxei minha bolsa de dentro do carro antes de ele sair”, contou Pâmela. Ainda sob efeito do susto, em busca de proteção, ela e o menino correram até um brique próximo, de onde telefonaram para familiares e, em seguida, foram à Central de Polícia para registrar o crime. Com exceção da mochila do menino, nada mais foi levado no carro. Nem tirado de dentro do automóvel, como Pâmela viria a descobrir no dia seguinte. 
Na quinta-feira, um telefonema do colégio onde o filho estuda revelou a surpresa. O ladrão havia deixado a mochila do menino perto da escola. Dentro dela, a chave do carro, e num dos cadernos, o bilhete em que o assaltante declarava seu arrependimento, junto do endereço de onde ele deixara o carro (Rua 1º de Maio, bairro Niterói). O HB20 foi encontrado pela Polícia Civil antes de a vítima ter recebido o bilhete. “Foi uma surpresa, uma boa surpresa. Além de recuperar o carro, de certa fora fico feliz por ele. Disse que está desempregado, mas que não serve para ser ladrão. Ia ficar com a mochila para dar ao filho, mas desistiu também. Deve ter sido um momento de desespero”, contou Pâmela, já de posse do carro, que havia buscado em um depósito na tarde desta segunda-feira, depois de liberado pela polícia.
A CARTA DO LADRÃO
QUE PEDE DESCULPAS
“Moça, desculpa ter roubado teu carro, me arrependi. Abandonei ele na Rua Primeiro de maio, não tirei nada dele. Só a mochila que eu ia dar para o meu filho, mas me arrependi e vou abandonar ela perto do La Salle. Desculpa. Também sou vítima da sociedade, mas não sirvo para ladrão. A arma era de brinquedo. Que o susto sirva de exemplo para nós dois. Para mim também não foi fácil. Vou continuar procurando emprego. Nunca deixe a chave na ignição. Você é muito linda e desculpe pelo que fiz você passar. Obs.: a bolsa eu deixei você levar na hora”.
Diego Figueira/GES-Especial
Na carta, homem diz que está desempregado e pede desculpas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS