Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 29/01/2015 - 10h31
Última atualização em 29/01/2015 - 10h45

Trabalhadores dos Correios saem às ruas para pedir melhorias

Servidores requerem alterações no horário das entregas e contratação de 1,5 mil novos funcionários

Porto Alegre – Em greve até sexta-feria (30), os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos realizam dois atos em prol do setor nesta quinta-feira (29), em Porto Alegre. Pela manhã, os servidores participam de uma caminhada e, à tarde, devem entregar documentos pedindo apoio de órgãos públicos na alteração do horário de trabalho dos carteiros. Entre as visitas, os grevistas pretender ir ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Ministério Público Federal (MPF).
 
Em entrevista à Rádio Guaíba, o secretário-geral do Sindicato dos Correios, Vitor Rittmann, explica que o objetivo do documento será conquistar apoio político dos órgãos públicos. A categoria pede a inversão do horário das entregas que atualmente é no período da tarde. Além disso, eles requerem a contratação de, ao menos, 1,5 mil novos funcionários. A previsão é de que a greve se estenda por dois dias.
 

Publicidade