Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 26/01/2015 - 18h14
Última atualização em 27/01/2015 - 09h32

Corpos de praticantes de rapel são resgatados após dez horas da retomada das buscas

Vítimas fatais, Ronei Marcelino Pinto, 47 anos, e Jean Carlos Machado Lopes, 41 anos, foram encaminhadas ao Posto Médico Legal de Osório

Foto: Reprodução/Brigada Militar
Maquiné
– Os corpos dos dois praticantes de rapel mortos após ataque de abelhas no sábado (24) foram resgatados após dez horas da retomada das buscas nesta segunda-feira (26). O resgate das vítimas fatais, Ronei Marcelino Pinto, 47 anos, e Jean Carlos Machado Lopes, 41 anos, foi finalizado às 18 horas, após um intenso trabalho da equipe de resgate.
 
O grupo precisou abrir uma clareira na mata e, por causa da dificuldade de acesso, realizar a pé o percurso até os corpos. O acidente aconteceu após um grupo de sete pessoas ser atacado por um enxame de abelhas e despencar de um paredão de aproximadamente 50 metros, em Maquine, no litoral norte. Após o resgate, os corpos foram enviados para o Posto Médico Legal (PML) de Osório.
 
 
Entenda o resgate
Os trabalhos começaram com dois homens do Grupo de Busca e Salvamento (GBS) sendo levados por um helicóptero da Formação Aeropolicial da Brigada Militar, de Capão da Canoa, até um local próximo da tragédia. Segundo a Rádio Guaíba, esses dois homens trabalharam na abertura de uma clareira no meio da mata, nas proximidades do acidente, para que o helicóptero conseguisse pousar no local. A abertura da clareira somente foi finalizada às 16 horas.
 
Por volta das 11 horas, uma equipe, formada por dois bombeiros de Terra de Areia e um homem do GBS, foi levada para realizar o percurso até as vítimas por terra. Os corpos foram retirados da cascata e levados para a clareira onde foi possível o pouso da aeronave da BM que retirou os corpos do local. 
 
 

Publicidade